27 de abril, 2017

Câmara aprova a reforma trabalhista: É o fim dos direitos dos trabalhadores no Brasil e da CLT

VIOMUNDO - DENÚNCIASPor 296 votos a favor e 177 contra, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (26/04), o substitutivo do projeto de lei nº 6787/2016, da reforma trabalhista.

VIOUMUNDO Da Redação - 26/abril/2017 às 23h53 - Charge capa: Sind Trab Construção Civil S. J. Campos/SP - foto matéria: VIOMUNDO

Ela acaba com direitos trabalhistas no Brasil. É o fim da CLT.

Representa o maior massacre dos trabalhadores na história do Brasil.

Veja como votou cada deputado: Continua, acesse aqui

Leia também:

Brasil 247 GOLPE ENTERRA A CLT - 26/ABRIL/2017 ÀS 22:42: Michel Temer, que chegou ao poder por meio de um golpe parlamentar, consegue aprovar no Congresso sua reforma trabalhista, que privilegia o negociado sobre o legislado; isso significa que direitos antes consagrados na CLT poderão ser sacrificados, se houver acordo entre patrões e empregados; o texto-base foi aprovado na noite desta quarta-feira 26 por 296 votos a 177; a base de Temer ainda tentou uma manobra para que a votação não fosse nominal, e a população não pudesse saber quem apoiou o fim de direitos trabalhistas, mas a oposição conseguiu evitar; deputados contra a reforma levaram cartazes com a imagem da CLT rasgada, além de caixões e cruzes, para denunciar a morte das leis trabalhistas...

Brasil247 COM CAIXÕES, OPOSIÇÃO DENUNCIA MORTE DA CLT 26/ABR/2017 ÀS 19:47 - Deputados de oposição entraram com caixões e grandes cruzes no plenário do Senado na noite desta quarta-feira 26 para protestar contra a reforma Trabalhista proposta pelo governo Temer, a fim de denunciar a morte da CLT; do lado de fora, trabalhadores também colocaram fogo em caixões; os parlamentares seguraram ainda grandes placas com a imagem da CLT rasgada; o plenário da Câmara rejeitou, por 270 votos a 64, o requerimento de retirada de pauta do projeto de lei; segundo o relatório do deputado Rogerio Marinho (PSDB-RN), o acordo coletivo prevalecerá sobre a lei e o sindicato não mais precisará auxiliar o trabalhador na rescisão trabalhista, abrindo o caminho para qualquer retirada de direitos...

'Reforma' põe em risco empregos de hoje, e compromete futuro do trabalho decente - REDE BRASIL ATUAL - por Redação RBA EDITORIAL: publicado 26/04/2017 11h58, última modificação 26/04/2017 12h38 - Ao fragilizar sindicatos e tornar o empregador o elemento mais forte de uma negociação, projeto da bancada empresarial pretende, na prática, permitir a imposição de acordo, e da lei selvagem do mercado...

EL PAÍS - Reforma trabalhista: saiba o que pode mudar - SP 26/ABR/2017 20:45 - Projeto que estabelece a prevalência dos acordos coletivos em relação à lei em pontos específicos deve ser votado nesta quarta no Plenário...
___________________________________________________________
Acesse, curta e recomende o JORNAL DO NASSIF

Participe do BLOG e comente esta matéria (dentro das regras abaixo)!

- Enviaremos um e-mail para confirmar se a postagem realmente é sua e não um fake (seu endereço de e-mail não será publicado, será mantido sob sigilo).
- Os comentários serão moderados e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva do autor do comentário.
- Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem 1000 caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.
- Não há, contudo, moderação ideológica.
A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade.
Obrigado!

Limite de caracteres no comentário : 1000

Total restante: